Quanto ganha um Profissional de RH?

Veja quanto ganha um profissional de Recursos Humanos, saiba como está o mercado de trabalho e no qual obter as vagas na setor!Considerados estratégicos na maior parte das grandes companhias pela personalidade de administrar indivíduos, identificar recurso e garantir maior produtividade, os profissionais da setor de Recursos Humanos ( RH ) vão ganhando cada vez mais lugar no mercado de trabalho.

Os salários oferecidos a estes profissionais registram médias salariais muito interessantes que, em alguns casos, chegam a extrapolar os R$ 40 mil em grandes companhias.O mercado está em alta para que pessoas se especializa em Recursos Humanos e precisa ficar crescendo com independência do perspectiva barato.

Porém há uma discórdia: o nível de ambição para estes profissionais similarmente está aumentando! Quem quiser alcançar seu lugar, vai ter necessidade de agredir muito em formação e experiência. Veja a seguir quanto ganha um profissional de RH e no qual obter as melhores vagas de trabalho nesta trajetória!

Piso Salarial do Profissional de RH

Os profissionais de RH não evidencia um lajeado salarial único em todo o Brasil. Similarmente não estão organizados como uma habilidade sindical. Ou seja: a representatividade dos profissionais de Recursos Humanos é feita pelos sindicatos que cuidam do setor de desempenho da empresa no qual o profissional trabalha.

Não obstante, estes sindicatos cuidam somente de alguns cargos relativos à trajetória de RH, como auxiliares de seção único, recepcionistas e outras utilidades operacionais de modo direto ligadas à setor de Recursos Humanos das companhias.

Quem ocupa cargos gerenciais está relacionado aos sindicatos que regem a atividade coincidente, como administradores, psicólogos e assistentes sociais, por exemplo.

O universo de atuação do profissional de Recursos Humanos é bastante amplo e os salários variam muito de acordo com o cargo ocupado.

A carreira oferece salários que, de acordo com o Guia de Profissões e Salários da Catho, podem ir de R$ 1 mil a R$ 28 mil.

Veja alguns exemplos:

Diretor de Recursos Humanos

  • Mínimo: R$ 19.000
  • Média: R$ 22.303
  • Máximo: R$ 28.000

Gerente de Recursos Humanos

  • Mínimo: R$ 4.122
  • Média: R$ 7.591
  • Máximo: R$ 12.500

Coordenador de Recursos Humanos

  • Mínimo: R$ 2.865
  • Média: R$ 4.521
  • Máximo: R$ 7.106

Consultor de Recursos Humanos

  • Mínimo: R$ 1.000
  • Média: R$ 3.576
  • Máximo: R$ 8.000

Analista de Recursos Humanos

  • Mínimo: R$ 1.690
  • Média: R$ 2.602
  • Máximo: R$ 4.101

Supervisor de Recursos Humanos

  • Mínimo: R$ 1.600
  • Média: R$ 3.108
  • Máximo: R$ 5.700

Técnico em Recursos Humanos

  • Mínimo: R$ 1.764
  • Média: R$ 2.034
  • Máximo: R$ 3.500

Assistente de Recursos Humanos

  • Mínimo: R$ 1.098
  • Média: R$ 1.595
  • Máximo: R$ 2.339

O palpite das médias salariais pagas aos pessoal de quatro grandes setores da economia – Indústria, Comércio, Construção Civil e Serviços – indica que os profissionais do Senai são mais bem remunerados na indústria. Veja os princípios médios pagos aos funcionários de cada setor:

  • Indústria
  • Analista de RH: R$ 4.111
  • Supervisor de RH: R$ 8.636
  • Gerente de RH: R$ 13.368
  • Comércio
  • Analista de RH: R$ 3.431
  • Supervisor de RH: R$ 7.882
  • Gerente de RH: R$ 10.714
  • Construção Civil
  • Analista de RH: R$ 3.851
  • Gerente de RH: R$ 11.843
  • Serviços
  • Analista de RH: R$ 3.691
  • Supervisor de RH: R$ 6.315
  • Gerente de RH: R$ 11.380

Os Melhores Salários para o Profissional de RH

Um pesquisa planejado pela consultoria Robert Half revelou que, mesmo em perspectiva de reserva econômica, os salários pagos aos profissionais de Recursos Humanos aumentaram entre 2% e 9,5% no último ano.

As melhores vagas para profissionais de RH estão nos cargos gerenciais de grandes companhias. Confira as médias salariais, de acordo com o estudo:

  • Diretor de RH
  • Pequenas e médias empresas: de R$ 15.000 a R$ 24.000
  • Grandes empresas: de R$ 25.000 a R$ 45.000
  • Gerente de RH
  • Pequenas e médias empresas: de R$ 9.000 a R$ 17.000
  • Grandes empresas: de R$ 12.000 a R$ 25.000
  • Coordenador/Especialista em RH
  • Pequenas e médias empresas: de R$ 5.500 a R$ 9.500
  • Grandes empresas: de R$ 7.500 a R$ 12.500
  • Analista de RH Sênior
  • Pequenas e médias empresas: de R$ 3.500 a R$ 5.500
  • Grandes empresas: de R$ 5.500 a R$ 8.700
  • Analista de RH Pleno
  • Pequenas e média empresas: de R$ 2.600 a R$ 4.000
  • Grandes empresas: de R$ 3.700 a R$ 6.000
  • Analista de RH Júnior
  • Pequenas e média empresas: de R$ 1.800 a R$ 3.000
  • Grandes empresas: de R$ 2.500 a R$ 4.200

Concursos Públicos para o Profissional de RH

A maior parte dos concursos públicos com vagas de RH contratam, em maior parte, profissionais de áreas muitas que atuam no seção de Recursos Humanos, como auxiliares administrativos para trabalhar no RH.

Mais, pouco frequentes, oferecem vagas para profissionais de Recursos Humanos trabalharem de modo direto com gestão de indivíduos – e, nesses, casos, os salários são bastante mais interessantes.

Veja alguns exemplos:

  • Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI): R$ 11.200
  • Secretaria de Estado de Gestão e Recursos Humanos (ES): R$ 3.834
  • Centro Formador de Recursos Humanos (PB): R$ 1.400
  • Câmara de Quatro Barras (PR): R$ 2.200
  • Câmara de Rancho Alegre d’Oeste (RS): R$ 1.495

O Mercado para o Profissional de RH

O profissional de Recursos Humanos possui desgastado valia estratégica para as companhias nos últimos anos. Está cada vez mais óbvio que uma empresa que faz uma ótima gestão dos seus funcionários é mais produtiva.

Com a valorização, vieram melhores salários e, evidente, uma procura maior por profissionais mais qualificados, capazes de trabalhar em grandes departamentos de RH em setores como indústria, construção civil e comércio.

Coerência, novidade, influência e, especialmente, saber labutar com indivíduos são as características mais buscadas nesses profissionais. Anunciar uma segunda linguarão similarmente é uma agilidade bastante exigida.

A setor de Recursos Humanos é naturalmente interdisciplinar. O que significa que lhe trabalham indivíduos de distintos formações, como administradores, psicólogos, assistentes sociais, tecnólogos em RH, gestores, auxiliares e técnicos das mais variados formações.

Como se tornar um Profissional de RH

Há muitas formas de se reintegrar um profissional de RH. A mais conhecida é realizar um curso superior de bacharelado em Meneio, Psicologia ou Serviço Comunitário, com duração média de quatro anos, e, na sequência pedir uma particularização em gestão de Recursos Humanos.

Outra maneira de inscrever-se nesta trajetória é realizar o curso de Tecnólogo em Gestão de Recursos Humanos, com duração média de 2 anos e disponível nas modalidades presencial e a distância.

Trata-se de uma formação de nível superior reconhecida pelo MEC e pelo mercado, uma bens canalizada para as necessidades das companhias que oferece uma formação de qualidade e focada na execução da atividade.
Confira algumas instituições autorizadas pelo MEC a oferecer o curso de Tecnólogo em RH:

  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)
  • Universidade Estácio de Sá (UNESA)
  • Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)
  • Universidade de Franca (UNIFRAN)
  • Universidade Cruzeiro do Sul (UNICSUL)
  • Faculdade Pitágoras (PITÁGORAS) – em Minas Gerais

Além de serem reconhecidas e bem avaliadas, as faculdades acima ainda têm vantagens como:

  • FIES e/ou ProUni
  • Bolsas de estudos
  • Convênios e descontos
  • Financiamento sem burocracia